A mais policia das policias (Dr. Annibal Bassan Jr)

A Secretaria de Trânsito e Segurança promoveu na  quinta-feira (28), o 1º Fórum Aniversário da Guarda Municipal de Maringá, que está completando sete anos de implantação.

 

diretor da Escola Superior da Polícia Civil do Paraná, Annibal Bassan Junior

diretor da Escola Superior da Polícia Civil do Paraná, Annibal Bassan Junior

 

O destaque ficou por conta da palestra  com o diretor da Escola Superior da Polícia Civil do Paraná, Annibal Bassan Junior, que vai falou sobre “Guarda Municipal como genuína Polícia Brasileira”.

Segue áudio da entrevista:

Comentários

  1. GM Santiago
    GM Santiago 29 agosto, 2014, 13:57

    Esse é o cara!!!!!

    Responder esse comentário
  2. DELEGADO
    DELEGADO 29 agosto, 2014, 16:16

    ESSE É O CARA!!!!!

    Responder esse comentário
  3. João
    João 29 agosto, 2014, 21:06

    Este tem conhecimento mas uma andorinha sozinha não faz verão, obrigado pelos elogios.

    Responder esse comentário
  4. Vander
    Vander 29 agosto, 2014, 21:48

    Dr, Bassan para secretario da GM de Curitiba

    Responder esse comentário
  5. GM CURITIBA
    GM CURITIBA 30 agosto, 2014, 09:15

    Dr. Pessoas assim como sr q precisamos nas cabeça.

    Responder esse comentário
  6. zenilson
    zenilson 4 setembro, 2014, 17:45

    Dr. Bassan é conhecimento profundo no que diz respeito a GM, parabéns.

    Responder esse comentário
  7. GM 101747
    GM 101747 4 setembro, 2014, 20:48

    Pois é, enquanto isso como se não tivessem nada importante pra fazer preocupam-se com a frequência onde os GM’S param pra tomar café!

    Responder esse comentário
  8. LIMA
    LIMA 9 setembro, 2014, 15:10

    HA 26 ANOS EU SEMPRE DISSE ISSO, PORQUE FOI NA ESCOLA DE POLICIA CIVIL DO PARANA QUE FUI FORMADO, POR ISSO SEMPRE REPETI ; QUE NO DIA QUE FOSSE TRATADO DIFERENTE PELA AUTORIDADE POLICIAL OU UM JUIZ CRIMINAL PERANTE OS QUAIS VARIAS VEZES ESTIVE DEPONDO OU RESPONDENDO PELAS OCORRÊNCIAS ATENDIDA NO ESTRITO COMPRIMENTO DO DEVER LEGAL, AI EU DEIXAVA DE DEFENDER A TESE DE QUE SEMPRE FOMOS POLICIAIS.

    Responder esse comentário

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios*