APÓS RESPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO GRECA SOBRE MORTE POR COVID-19, SIGMUC ORIENTA TODOS OS GUARDAS MUNICIPAIS A DOCUMENTAREM FALTA DE EPIS

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on print

A direção do SIGMUC, preocupada com o avanço da Pandemia de Coronavírus entre os guardas municipais, vem cobrando incisivamente a Administração Municipal sobre a adoção de medidas de proteção do efetivo nesta época de Pandemia.

Apesar de todos os esforços e do inquérito que tramita no Ministério Público do Trabalho, muitos guardas municipais não receberam, e outros receberam EPIs em quantidade e qualidade insuficiente.

Dado estatístico levantado pela FENAGUARDAS, contabiliza a marca de 29 mortes de guardas municipais neste período em todo o país.

A direção do SIGMUC, preocupada ainda com a proteção familiar em virtude das implicações previdenciárias e da cobertura do seguro de vida, instituído pela Lei Municipal nº 14.753/15, cobrou o posicionamento da atual gestão.

Ao ser questionado sobre um eventual falecimento em virtude da COVID-19 ser considerado acidente em serviço para fins da cobertura do seguro e da pensão por morte a dependentes, o Departamento de Saúde Ocupacional tratou de responder não haver uma resposta geral sobre os questionamentos e que cada caso será investigado um a um.

Diante desta postura, a DIRETORIA em conjunto com o DEPARTAMENTO JURÍDICO do SIGMUC, ORIENTA QUE TODOS OS GUARDAS MUNICIPAIS REGISTREM, INDIVIDUALMENTE, POR MEIO DE RELATÓRIO ADMINISTRATIVO, OU REGISTRO NO LIVRO DE OCORRÊNCIAS, OU QUALQUER OUTRA FORMA POSSÍVEL, A FALTA DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL, BEM COMO, SENDO O CASO, A QUANTIDADE INSUFICIENTE DO MATERIAL RECEBIDO.

O SIGMUC JÁ FORMULA PEDIDO AO PREFEITO RAFAEL GRECA, PARA QUE O MESMO EDITE LEGISLAÇÃO, BUSCANDO A PROTEÇÃO DOS SERVIDORES QUE ESTÃO ATUANDO NAS AÇÕES DE COMBATE A PANDEMIA NA CIDADE, A EXEMPLO DO QUE FIZERAM OUTROS ESTADOS E CIDADES.

Eventuais esclarecimentos, poderão ser realizados diretamente na sede do sindicato, ou via fone, ou contactando um dos diretores do SIGMUC.

resposta-protocolo-seguro-de-vida

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on print
Print

FILIE-SE AO SIGMUC

DENUNCIE IRREGULARIDADES

FACEBOOK

Outras Notícias