DE OLHO NA MANUTENÇÃO DAS VIATURAS

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on print

Após denúncias realizadas por guardas municipais junto ao sindicato, os diretores do SIGMUC passaram a acompanhar as questões relativas a um possível descumprimento do contrato de locação de veículos que abrangem as viaturas locadas da corporação.

Segundo os guardas, as viaturas são encaminhadas para a empresa responsável e nem sempre o problema é resolvido, já que não há viaturas reservas suficientes, e para manter o veículo “rodando” devido a elevada demanda de serviço.

“As viaturas da Guarda Municipal rodam 24 horas todos os dias, com mais de 3 anos de uso e muitas beirando aos 180 mil km. É natural que os veículos apresentem problemas, mas não é aceitável que os problemas não sejam corrigidos quando são identificados, já que o contrato prevê as manutenções e substituições. ” Apontam os diretores.

Segundo consta no contrato 251/2016, as viaturas da corporação têm o prazo de substituição de 3 anos, sendo que foram contratados em dezembro de 2016, assim como devem ser substituídas por um veículo reserva para as manutenções que impliquem manutenções. Item 5, XII, XVIII e XXIX.

“Se o contrato de locação de veículos prevê manutenção preventiva e corretiva, qual seria a desculpa para que as viaturas continuem rodando apresentando defeitos? ” Questionam os diretores do SIGMUC. “Se tem um contrato, tem um gestor. E portanto, cabe ao gestor identificar se o contrato está sendo cumprido.” Finalizam.

De aditivo em aditivo, a reposição das viaturas vai sendo postergada e os veículos ficam ultrapassados e gerando mais manutenção, consequentemente, afetando o fluxo de trabalho.

Desta forma, O SIGMUC alerta aos guardas municipais que, em caso de identificação de problemas com os veículos, por menor que seja, o fato deve ser informado de imediato a chefia do setor mediante relatório, solicitando a manutenção, evitando assim risco de acidentes. Denúncias ao sindicato, podem ser realizados pelo canal http://sigmuc.org.br/sig/denuncia.

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on print
Print

FILIE-SE AO SIGMUC

INFORMATIVO SOBRE A PEC 32/2020

DENUNCIE IRREGULARIDADES

FACEBOOK

Outras Notícias