EM NOVA AUDIÊNCIA COM MPT SINDICATOS COBRAM EPIS E DEMAIS DEMANDAS

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on print

O SIGMUC participou, juntamente com outros sindicatos, de nova audiência de mediação no Ministério Público do Trabalho na manhã de ontem (4/5).
A falta de distribuição de EPIS para os guardas municipais e outras categorias continua sendo uma das principais preocupações.
Apesar da Procuradoria Geral do Município (PGM) afirmar na audiência que houve aquisição de EPIs e de álcool em gel, diversas registros e relatos dos sindicatos dão conta que faltam EPIs.
Novamente, os sindicatos reforçaram a cobrança para que a Prefeitura dispense do trabalho presencial os servidores do grupo de risco, como os diabéticos, e os servidores acima dos 60 anos. A postura da gestão de manter servidores dessa faixa etária expostos aos riscos fere o estatuto do idoso e é repudiada pelos sindicatos desde o início da pandemia.
As condições de trabalho dos guardas municipais escalados em postos da Secretaria Municipal da Saúde e Fundação de Ação Social, também estão sendo reivindicadas.
As direções dos sindicatos também reforçaram a necessidade de realização de reuniões com a gestão para tratar dos casos pontuais vivenciados em cada local de trabalho.

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on print
Print

FILIE-SE AO SIGMUC

DENUNCIE IRREGULARIDADES

FACEBOOK

Outras Notícias