EM NOVA AUDIÊNCIA COM MPT SINDICATOS COBRAM EPIS E DEMAIS DEMANDAS

EM NOVA AUDIÊNCIA COM MPT SINDICATOS COBRAM EPIS E DEMAIS DEMANDAS

O SIGMUC participou, juntamente com outros sindicatos, de nova audiência de mediação no Ministério Público do Trabalho na manhã de ontem (4/5).
A falta de distribuição de EPIS para os guardas municipais e outras categorias continua sendo uma das principais preocupações.
Apesar da Procuradoria Geral do Município (PGM) afirmar na audiência que houve aquisição de EPIs e de álcool em gel, diversas registros e relatos dos sindicatos dão conta que faltam EPIs.
Novamente, os sindicatos reforçaram a cobrança para que a Prefeitura dispense do trabalho presencial os servidores do grupo de risco, como os diabéticos, e os servidores acima dos 60 anos. A postura da gestão de manter servidores dessa faixa etária expostos aos riscos fere o estatuto do idoso e é repudiada pelos sindicatos desde o início da pandemia.
As condições de trabalho dos guardas municipais escalados em postos da Secretaria Municipal da Saúde e Fundação de Ação Social, também estão sendo reivindicadas.
As direções dos sindicatos também reforçaram a necessidade de realização de reuniões com a gestão para tratar dos casos pontuais vivenciados em cada local de trabalho.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios*