ESCLARECIMENTOS NECESSÁRIOS

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on print

O sindicato, vem a público esclarecer que:

 

A reunião ocorrida ontem, na sede da SGM, só foi realizada após manifestação dos Guardas Municipais que se fizeram presentes contando com a intensa articulação do sindicato na organização dos trabalhadores, pois a Administração Municipal não estabeleceu canal de diálogo para tratar sobre regulamentação de escala de trabalho.

 

Assim, a mudança de metodologia, trata-se de decisão UNILATERAL da Administração Municipal, OU SEJA, A ALTERAÇÃO DAS ESCALAS SERIA FEITA GOELA A BAIXO DA CATEGORIA.

 

Conforme texto anterior enviado pela SMRH, a minuta além de alterar a metodologia de cálculo, fazendo com que as escalas não gerasse mais horas extras, possibilitava que os Guardas municipais ficassem devendo horas para PMC.  Conforme minuta enviada pela SMRH.

 

Lembrando, que a mudança de computo da escala  da forma semanal para mensal, já havia sido estabelecida com a edição do Decreto nº 1.894 em 2011.

 

Diante das circunstâncias, naquele momento, só foi possível “fechar brechas” que pudessem prejudicar ainda mais a corporação, uma vez que A SMRH, conforme havia cientificado o sindicato anteriormente, NÃO ABRIU CANAL PARA NEGOCIAÇÃO SOBRE A QUESTÃO DA MUDANÇA DE METODOLOGIA DA ESCALA e colocou-se INFLEXÍVEL em voltar atrás na decisão da mudança da metodologia.

 

A falta de discussões, estudos prévios e negociação, fere a própria Lei Orgânica do Município, em seu art. 80, inciso XIV, que prevê a Negociação coletiva, como forma de resolução de conflitos trabalhistas.

 

A diretoria do sindicato, juntamente com outros guardas municipais, mesmos diante da TOTAL INTRANSIGÊNCIA DA SMRH, conseguiram alterar aquilo que foi possível dentro da minuta apresentada, DEIXANDO BEM CLARO A DISCORDÂNCIA com relação a metodologia imposta pela SMRH, o que não impede as medidas judicias que já encontram-se em curso, nem tampouco a mobilização da categoria, referente as PERDAS IMPOSTAS pela DECISÃO UNILATERAL da ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL.

 

Assim, o sindicato estará convocando a categoria, para deliberar sobre a questão das perdas impostas pela decisão da SMRH em alterar a metodologia de cálculo das escalas de trabalho, em Assembleia Geral Extraordinária a ser convocada nos próximos dias, com possiblidade de deflagração de greve geral da categoria.

20150918123500

 20150918123501

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on print
Print

FILIE-SE AO SIGMUC

INFORMATIVO SOBRE A PEC 32/2020

DENUNCIE IRREGULARIDADES

FACEBOOK

Outras Notícias