Não entendeu o Orçamento? Não se preocupe, foi feito para não ser entendido

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on print

A Câmara de Curitiba vai começar a discussão sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2018, cuja meta fiscal está estimada em R$ 8,91 bilhões. O prazo de votação da proposta é 30 de junho.

A prefeitura estipulou como maior repasse no eixo de investimentos não a saúde ou a mobilidade urbana ou a educação. Pasmem! A maior verba vai para um programa chamado Viva Curitiba Transparente, misterioso item que exigiu esforço do redator do Orçamento para desinformar o que é isso. No Leia Mais, a explicação oficial. Se você não entender, não se preocupe, ninguém entendeu pois foi feito para não ser entendido. Vai lá.

O Viva Curitiba Transparente, na inexplicação oficial é algo que “busca da efetividade das políticas públicas de maneira comprometida com a legalidade das ações, moderna e ágil, na busca por uma atuação renovada e transparente, direcionada à resolutividade, responsabilidade na comunicação e qualidade de atendimento aos cidadãos”. “Busca efetividade / busca atuação renovada e transparente” e se não encontrar nem uma nem outra, o que acontece? “Resolutividade, responsabilidade na comunicação”, é preciso um tradutor para entender o que isso significa.

Para esta comunicação responsável e outros que tais a prefeitura separou R$ 2.096.748.000,00.

Curitiba Mais Ágil, que trata de mobilidade urbana, receberá R$ 1.496.348.000,00.

E Viva Curitiba Saudável, que obviamente versa sobre a saúde, R$ 895.388.000,00.

Está na hora de mudarmos o slogan para Sobreviva Curitiba!

Fonte: http://www.fabiocampana.com.br/2017/05/prefeitura-entrega-orcamento-de-2018-para-ser-votado-na-camara/

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on print
Print

FILIE-SE AO SIGMUC

INFORMATIVO SOBRE A PEC 32/2020

DENUNCIE IRREGULARIDADES

FACEBOOK

Outras Notícias