NOVAS VIATURAS VELHAS DA GUARDA MUNICIPAL – PARTE 3

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on print

O apagão das viaturas da Guarda Municipal continua prejudicando o andamento do trabalho dos guardas municipais.

Com a promessa de substituição, o “vai levando do jeito que dá” acarreta riscos à segurança dos agentes e cria um festival de baixas. As viaturas do PPO estão acumulando problemas e a cada vez que é levada para manutenção (de guincho), fica mais de 45 dias para a troca de uma peça, relatam os guardas. Sendo as mais “novas da frota” com mais de 130 mil quilômetros, a falta de recursos financeiros e de planejamento da SMDT só agrava a situação. “Relatos é de que a previsão de conserto da viatura do Cajuru se dê para 20 de novembro, sendo que a baixa ocorreu dia 9 de setembro (PPO44). “Inadimissível”, reclamam os diretores do SIGMUC.

Denúncias chegam ao sindicato e dão conta que os módulos móveis da PPO estão rodando com excedente de quilometragem para a troca de óleo. “Vamos encaminhar as denúncias aos órgãos de fiscalização, pois se trata de patrimônio público que está sendo deliberadamente negligenciado.” Comentam.

Pedimos que situações que exponham a segurança das equipes e que possam causar prejuízos em decorrência da falta de manutenção das viaturas seja imediatamente denunciada ao sindicato.

“Precisamos dar um basta nesta situação” Finalizam.

SIGMUC – JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on print
Print

FILIE-SE AO SIGMUC

INFORMATIVO SOBRE A PEC 32/2020

DENUNCIE IRREGULARIDADES

FACEBOOK

Outras Notícias