PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DA CATEGORIA 2020

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on print

Ocorreu ontem (03/06/20) no final da tarde, a primeira reunião da Pauta de Reivindicações da categoria deste ano.  O que já vinha ocorrendo em todos os anos da Gestão Greca a frente da Prefeitura, se repetiu, ou seja, NENHUM PONTO AVANÇOU!

Pautas Econômicas – Segundo fala dos representantes da Administração todas as pautas relacionadas a questões econômicas como aumento do vencimento inicial, aumento da gratificação de segurança e descongelamento do plano de carreira, estão prejudicadas por conta da projeção da frustação de receita, que segundo o representante da Secretaria Municipal de Finanças será muito expressiva, e pela questão da Lei Complementar nº 173/20 aprovada nos últimos dias e sancionada pelo Presidente da República.

Foi informado na reunião que um parecer jurídico sobre a abrangência da lei foi solicitado pela SMAP (Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos) e que a secretaria aguarda a resposta para verificar os impactos.

Questionado pelo sindicato sobre a recomposição da inflação para este ano, os representantes da Administração afirmaram que neste momento não há como ser realizado, tendo em vista o cenário financeiro já descrito.

Ou seja, existe possibilidade real, de que a Administração não repasse sequer a correção da inflação este ano, alertam os diretores do sindicato.

Questionados sobre a possibilidade de aumento da alíquota da contribuição previdenciária destinada ao IPMC (Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Curitiba) em virtude das alterações que ocorreram na legislação federal. O representante do IPMC afirmou que o aumento da alíquota ocorrerá, e que a documentação está na Secretaria de Governo não sabendo quando o projeto de lei será encaminhado para a Câmara de Vereadores.

O cenário é de extrema preocupação para todos os servidores, pois não havendo a correção da inflação, e ocorrendo a aumento da alíquota da contribuição previdenciária, na prática, os servidores terão diminuição de sua remuneração de forma indireta. Pois aumentam os descontos na folha de pagamentos dos servidores sem haver nenhuma espécie de recomposição salarial. Tudo isso, em plena pandemia de Coronavírus, onde a renda das famílias diminuiu e os gastos aumentaram.

Importante destacar, que o prefeito Rafael Greca, realiza repasses milionários para as empresas do transporte coletivo da cidade, aumentando as despesas públicas, o que impacta diretamente neste cenário.

Outros temas da pauta, relacionados a saúde ocupacional e IPMC foram tratados, porém sem avanços. Acompanhe a ata da reunião.

ata_pauta_2020

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on print
Print

Outras Notícias