Rafael Greca é acusado de revanchista por penalizar GMs que protestaram na escadaria da Câmara de Curitiba

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on print

Em 2017 os servidores municipais de Curitiba se mobilizaram contra o ‘pacotaço” do Plano de Recuperação Fiscal do governo, do prefeito Rafael Greca (DEM), e alguns guardas municipais que participaram da manifestação responderam processos administrativos, acusados de estarem nas escadarias da Câmara Municipal de Curitiba, no dia da mobilização e o veredito: expulsão de dois GM e dez tiveram o salário cortado pela metade.

Os policiais estavam não estavam na escala de trabalho, segundo o sindicato da categoria, e “mesmo assim foram penalizados simplesmente porque a prefeitura precisava dar um exemplo para a categoria”.

Sigmuc, Sismmac e Sismuc exigem que a administração Greca volte atrás nas demissões, consideradas injustas, e organizaram para hoje, às 16h, nas páginas do Facebook dos três sindicatos, uma ação solidária para reparar as perdas que esses servidores terão com o corte salariais.

Fonte: https://blogdotupan.com.br

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on print
Print

Outras Notícias