Rafael Greca é acusado de revanchista por penalizar GMs que protestaram na escadaria da Câmara de Curitiba

Rafael Greca é acusado de revanchista por penalizar GMs que protestaram na escadaria da Câmara de Curitiba

Em 2017 os servidores municipais de Curitiba se mobilizaram contra o ‘pacotaço” do Plano de Recuperação Fiscal do governo, do prefeito Rafael Greca (DEM), e alguns guardas municipais que participaram da manifestação responderam processos administrativos, acusados de estarem nas escadarias da Câmara Municipal de Curitiba, no dia da mobilização e o veredito: expulsão de dois GM e dez tiveram o salário cortado pela metade.

Os policiais estavam não estavam na escala de trabalho, segundo o sindicato da categoria, e “mesmo assim foram penalizados simplesmente porque a prefeitura precisava dar um exemplo para a categoria”.

Sigmuc, Sismmac e Sismuc exigem que a administração Greca volte atrás nas demissões, consideradas injustas, e organizaram para hoje, às 16h, nas páginas do Facebook dos três sindicatos, uma ação solidária para reparar as perdas que esses servidores terão com o corte salariais.

Fonte: https://blogdotupan.com.br

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios*