Reunião do RH com Inspetores e Supervisores

Proposta apresentada não foi bem aceita.

 

Em reunião realizada na manhã desta quarta-feira (25/06) no Memorial de Curitiba, a equipe da Secretaria Municipal de Recursos Humanos (RH) e a Direção da Guarda Municipal apresentaram a proposta do novo Plano de Cargos e Salários da Guarda Municipal de Curitiba (PCCV) aos Supervisores e Inspetores.

 

Durante a explanação, o Superintendente do RH apresentou duas simulações de como ficará o vencimento após o reenquadramento. Em uma delas, um supervisor com 12 anos de serviço terá um aumento real de cerca de 680 reais. No outro exemplo, um Inspetor com 22 anos de serviço, terá um incremento de cerca de 1.200 reais em seu salário.

Ao final de sua explanação, o superintendente abriu a palavra aos que tivessem dúvidas, para que as sanassem.

 

Neste momento, houve muitas reclamações, sendo que uma grande parte dos presentes se manifestou contrária a proposta e muitos falaram que iriam entrar na Justiça para garantir seus direitos.

 

Finalizando a reunião, a Secretária de RH Meroujy Cavet explicou que a proposta foi construída em conjunto pela categoria e o RH, com a participação do SIGMUC, e que houve muitos espaços para que todos se manifestassem durante a elaboração da proposta. Segundo a Secretária, a parte que competia a Administração foi realizada e encerrou-se com o encaminhamento do PCCV à Câmara Municipal. Em sua fala, também esclareceu que qualquer alteração no PCCV só se dará por meio de emendas apresentadas pelos vereadores.

 

Alguns Supervisores e Inspetores criaram uma comissão para ir a Câmara apresentar suas propostas de alteração.

Presente na reunião, o Diretor de Assuntos Sindicais do SIGMUC, GM Prebianca questionou como e quando seria oportunizado aos Inspetores e Supervisores para que aderissem ao PCCV, uma vez que o mesmo será feito por adesão. A secretária respondeu que todos terão a opção de escolher o plano que melhor lhes convier.

 

A diretoria do SIGMUC ressalta que entende que o reenquadramento deve ser feito em movimento único, uma vez que a carreira é única, e que já iniciou conversas com alguns vereadores no sentido de apresentar emendas neste sentido.

Aos que se sentirem prejudicados, o SIGMUC oferece serviços jurídicos aos filiados.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios*