You are currently viewing SIGMUC NA MOBILIZAÇÃO CONTRA A PEC-32 EM BRASÍLIA

SIGMUC NA MOBILIZAÇÃO CONTRA A PEC-32 EM BRASÍLIA

Contando mais uma vez com a presença do SIGMUC – FENAGUARDAS, que compõe juntamente com as demais entidades representativas dos trabalhadores na segurança pública por meio da UPB – União das Polícias do Brasil, a manifestação demonstrou novamente a insatisfação das categorias da segurança pública com os andamentos da reforma administrativa (PEC-32).

CARREATA
Com mais de 500 carros, os policiais chamaram a atenção da população para o possibilidade do fim do serviço público de qualidade, proposta do atual governo que pretende terceirizar as atividades publicas e apadrinhar seus apoiadores, acabando com os concursos públicos.

GUARDAS MUNICIPAIS
O SIGMUC representando os guardas municipais participou ativamente da mobilização contra a reforma que atinge diretamente estes profissionais. “Não permitiremos que os guardas municipais sejam prejudicados, e se preciso for, estaremos aqui novamente para nos manifestar”, comentam os diretores do sindicato que se deslocaram 2.780 km, ida e volta, para o ato.

STF
Oportunamente, o SIGMUC protocolou no Supremo Tribunal Federal o anuário da Guarda Municipal de Curitiba. O documento de publicação do sindicato, traz informações das ocorrências atendidas pela Guarda Municipal no ano de 2020 e demonstra que esta instituição atua diretamente na segurança pública. Todos os ministros irão receber o anuário juntamente com outras publicações da FENAGUARDAS para que as informações contribuam favoravelmente nos próximos julgamentos referentes as atividades exercidas pelas Guardas Municipais.

MOBILIZAÇÃO
O SIGMUC informa a todos os guardas municipais que as emendas apresentadas em defesa das Guardas Municipais ainda podem receber apoio dos Deputados, e, portanto, se faz necessária uma grande mobilização junto a estes para que assinem as propostas. “Estamos atravessando um momento difícil, mas se todos derem sua contribuição nesta luta, com certeza iremos chegar no objetivo. Guarda Municipal é atividade essencial as demandas inadiáveis da comunidade e portanto deve esta ser considerada atividade típica de estado”, finalizam.

SIGMUC – EM DEFESA DO SERVIÇO PÚBLICO!