SIGMUC PARTICIPA DE REUNIÃO PARA EFETIVAÇÃO DO CONSEP

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on print

Ocorreu na manhã desta quinta-feira (06/10/16), a primeira reunião da Comissão Especial, designada pelo decreto 927/16 do prefeito municipal, para regulamentação, organização e realização das Plenárias de Eleição do Conselho de Políticas Publicas de Segurança de Curitiba – CONSEP.

Estas “Plenárias” serão realizadas, de acordo com o decreto 927/16, em 16 de Nov. de 2016, no Salão de Atos do Parque Barigüi, para a eleição dos Conselheiros, sendo nove (9) vagas para as entidades que representam os trabalhadores da área de segurança pública e Guarda Municipal (definição da lei 14.739/15) e doze (12) vagas para a sociedade civil organizada (Conseg’s).

Já as nove (9) vagas destinadas a administração neste conselho serão preenchidas por decreto do prefeito municipal.

Durante a reunião foi levantado o questionamento acerca da efetividade de se realizar as “Plenárias”, para eleição do CONSEP, tão próximo do fim da atual gestão. Para o diretor do SIGMUC, GM Prebianca, o momento não é adequado: “A sociedade está mobilizada com as eleições, depois chegam às festas de fim de ano, muitas pessoas tiram férias no verão, como querer participação popular se o tema não terá o debate necessário?”.

Já a administração respondeu que se trata de compromisso do plano de governo do atual prefeito, e que por isto deve ser cumprido até o fim do mandato.

O presidente do SIGMUC, GM Luiz Vecchi, disse estranhar a pressa da administração neste momento: “A lei foi sancionada em out/15 e o decreto só saiu em Set/16, se não havia prioridade para a segurança antes, por que agora? Este conselho é muito importante para a Guarda Municipal, não podemos fazer essas plenárias na correria”.

Outro ponto que gerou muitos questionamentos foi à falta de definição da administração sobre quem será aceito como representante dos trabalhadores; se serão chamados os demais sindicatos das carreiras policiais para debater a questão; e qual entidade será responsável por representar os militares estaduais, que por lei não podem se sindicalizar.

Por fim, optou-se por encaminhar uma consulta à procuradoria do município para esclarecer os pontos que geram dúvidas antes de serem realizadas as “Plenárias”.

[textmarker color=”FFFF00″]Entenda a importância do CONSEP.[/textmarker]

Este Conselho é de suma importância para a categoria da Guarda Municipal de Curitiba, uma vez que terá por finalidade o acompanhamento do orçamento para a segurança pública, desde a sua previsão até a execução.

Assim, os membros que serão eleitos para este Conselho deverão fiscalizar se a administração municipal, de fato, está investindo (e o quanto está investindo) na Guarda Municipal, que é o único órgão do município que está inserido na segurança pública.

Além disto, o Conselho tem por atribuição, entre outras:

– conhecer, acompanhar e propor ajustes aos projetos e ações voltados à segurança pública na cidade, com vistas à redução da violência;

– representar a comunidade nas suas demandas relacionadas às políticas públicas de segurança realizada pelo município acompanhando e fiscalizando a execução das ações e dos serviços;

Assim, é fundamental que a Guarda Municipal seja representada neste Conselho, através do SIGMUC, para garantir mais investimentos e melhores condições de trabalho para à categoria.

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on print
Print

FILIE-SE AO SIGMUC

INFORMATIVO SOBRE A PEC 32/2020

DENUNCIE IRREGULARIDADES

FACEBOOK

Outras Notícias