SINARM: SIGMUC SOLICITA ESCLARECIMENTOS JUNTO AO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA

SINARM: SIGMUC SOLICITA ESCLARECIMENTOS JUNTO AO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA

Os guardas municipais que querem adquirir armas de fogo de calibres que antes eram considerados restritos, como .40 e 9mm, estão tendo dificuldade para aquisição da autorização necessária junto a Delegacia da Polícia Federal responsável pelo SINARM no Estado.

Diante das reclamações, o sindicato protocolou pedido de esclarecimentos junto ao setor e após receber resposta evasiva, protocolou pedido de informações diretamente ao Ministério da Justiça e Segurança Pública a respeito do tema.

No despacho recebido pelo sindicato, o chefe do setor alega que devido ao fato dos pedidos serem feitos a título particular, “como cidadão” e não como “guardas municipais” não é possível o repasse da motivação dos indeferimentos para a entidade.

Após contatos com entidades e guardas municipais de outras localidades, o sindicato destaca que tal dificuldade de diálogo e provável interpretação restritiva e equivocada da legislação em vigor, ao que tudo indica, só vem ocorrendo em Curitiba.

Diante da situação, o SIGMUC recorreu ao Ministério da Justiça e Segurança Pública na expectativa que a situação seja resolvida, neste ínterim o sindicato orienta os guardas municipais que tiveram seus pedidos indeferidos a realizarem o devido recurso administrativo, que neste caso, dever ser feito diretamente a Superintendência da Polícia Federal no Estado do Paraná.

SIGMUC- Juntos Somos Fortes!

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios*