A LUTA DOS SERVIDORES NA CÂMARA DE VEREADORES

A LUTA DOS SERVIDORES NA CÂMARA DE VEREADORES

A luta dos servidores na Câmara de vereadores no dia de ontem (13/06), contra o pacote de maldades do prefeito Rafael Greca, avança!

Após de mais de 12 horas de debates, os sindicatos que representam as categorias do serviço público municipal conseguiram agendar reunião para hoje, às 14h na sede da prefeitura, com o secretário do governo municipal, Luiz Fernando de Souza Jamur.

A mobilização também garantiu o compromisso do Presidente da Câmara em adiar a votação dos projetos de lei até a próxima terça-feira (20/06).

Ontem, a reunião que contou com a presença de diretores dos cincos sindicatos dos servidores SIGMUC, SISMMAC, SISMUC, SINFISCO E SINDICAMARA, de vereadores da situação e da oposição e representantes do Ministério Público do Paraná (MP/PR), da Comissão de Direito Sindical da OAB-Paraná e da Polícia Militar(PM)  estendeu –se até às 22 horas.

MINISTÉRIO PÚBLICO E OAB-PR PARTICIPARAM DOS DEBATES

Para o procurador-geral de Justiça do Paraná, Olympio de Sá Sotto Maior Neto, o impasse foi resolvido por meio da abertura do diálogo com o Executivo.  “Temos a garantia da mesa executiva (da CMC) de que não haverá votação até segunda-feira. Eles (os sindicatos) vão ter a oportunidade de discutir tudo com executivo”, assegurou Sotto Maior referindo-se ao conteúdo das matérias.

Foi solicitado pelos sindicatos que o Ministério Público acompanhasse a reunião que ocorrerá hoje na sede da Prefeitura.

A presença do prefeito foi um dos temas recorrentes. O líder vereador Pier Petruzziello, afirmou que não poderia falar em nome de terceiros e justificou. “Nesse momento é reunião com o secretário de governo; deve ser dessa forma como está sendo sugerido. É o que tenho neste momento para oferecer”, resumiu.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios*