Guardas municipais vão aplicar multas de trânsito em Curitiba a partir de 2018

Guardas municipais vão aplicar multas de trânsito em Curitiba a partir de 2018

A partir do ano que vem os guardas municipais de Curitiba também poderão atuar como agentes de trânsito. A prefeitura definiu que a fiscalização começará em janeiro de 2018. Uma portaria publicada pela Superintendência de Trânsito da Secretaria Municipal da Defesa Social no início de dezembro credenciou 205 guardas municipais que, além das funções que já exercem hoje, também poderão aplicar multas relativas a irregularidades de trânsito.

Com a medida, a prefeitura quase dobra o número de agentes de trânsito na cidade. Atualmente, 334 servidores cumprem essa função, mas o número deve cair para 300 depois de a Urbs concluir seu plano de demissão de funcionários. Isso porque apesar de estarem lotados na Municipal da Defesa Social (que absorveu a de Trânsito), os agentes são servidores da Urbs.

De acordo com informações da superintendência, ao todo 350 guardas passaram por treinamento para atuar como agentes de trânsito. Eles receberam aulas práticas e teóricas e foram certificados pelo Detran. Os que fizeram o curso e ainda não foram credenciados serão em breve, o que fará com que número de fiscais mais que dobre na cidade quando o processo for concluído.

O primeiro teste dos guardas na nova função aconteceu durante a implantação do binário nas ruas Mateus Leme e Nilo Peçanha. Eles deram apoio à Setran nas ações de orientação do trânsito.

Segundo Rejane Soldani, diretora financeira do Sindicatos dos Guardas Municipais de Curitiba (Sigmuc), essa medida está sendo bem recebida entre os guardas.

“Temos guardas nos parques e praças, muitas vezes nos deparamos com situação de irregularidade e dependíamos da Setran [como era chamada a Secretaria de Trânsito] para poder agir. Nos parques, nos fins de semana, acontece muito de o pessoal consumir bebida alcoólica e depois dirigir e, mesmo nessas situações, a gente ficava na dependência de outros órgãos”, relatou Rejane.

Outro ponto que ela destaca é o fato de a guarda municipal contar com mais agentes na rua também fora do horário comercial, o que vai reforçar também a fiscalização do trânsito durante a noite.

De acordo com Rejane, os guardas cadastrados como agentes de trânsito não receberão adicionais no salário para exercer a nova função.

“Por enquanto não tem nenhuma gratificação, mas nós vamos buscar isso posteriormente para que não haja apenas aumento de atribuições, mas também melhorias nas condições de trabalho”, disse.

Fonte: http://www.gazetadopovo.com.br/politica/parana/guardas-municipais-vao-aplicar-multas-de-transito-em-curitiba-a-partir-de-2018-9ssiq45br6ukehsbtc0s49zrg

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios*