NOVA REUNIÃO DA PAUTA DE REIVINDICAÇÕES

NOVA REUNIÃO DA PAUTA DE REIVINDICAÇÕES

Ocorreu na tarde da última sexta-feira (15/06), nova reunião da Pauta de Reivindicações da Categoria, contando, desta vez, com a participação do Diretor da Guarda Municipal, Inspetor Odgar Nunes Cardoso.

Nesta nova reunião foram tratados pontos que envolviam diretamente a Secretaria Municipal da Defesa Social, como escala de serviço, Estatuto próprio, Corregedoria, questões funcionais em geral.

Acompanhe a ata da reunião, clicando aqui.

No contexto geral, não houve avanços significativos, pois os principais itens que envolvem Aquisições de equipamentos, Estatuto e Corregedoria, segundo resposta da Administração, estão todos em trâmite, porém  nenhum prazo final para conclusão foi repassado aos representantes do sindicato.

Sobre a proposta de Estatuto próprio, a Administração informou que a proposta oficial da SMDS esta sendo compilada para que possa ser enviada para apreciação da categoria, porém assim como os outros itens, não houve comprometimento com relação a prazo.

Nova reunião foi marcada para o dia 21/06 (quinta-feira) para finalização dos itens pendentes de resposta.

CATEGORIA EM ALERTA

Além do fato das reivindicações da categoria, não avançarem em mesa de negociação.  Em dois momentos da reunião, os representantes da Administração deixaram transparecer o que pode estar ocorrendo nos bastidores da PMC.

O primeiro foi quando o Diretor da Guarda Municipal, ao ser questionado sobre rumores que apontam a possibilidade do ex-secretário de Segurança Pública do Estado do Paraná, assumir o Gabinete de Gestão Integrada – GGI. Ao responder, o Diretor não negou a possibilidade, e   declarou que o nome foi cogitado assim como outros, porém, segundo ele, não há nada de concreto neste sentido.

O segundo momento, foi durante a discussão do item que trata da manutenção da escala 12×36 com folga aos finais de semana. A resposta oficial apresentada ao sindicato por meio do ofício SMRH nº 178/2018, afirma que estudos técnicos estão em análise pela Administração. Questionados pelos representantes do sindicato, tanto o Diretor da GMC quanto os representantes da SMRH, não souberam explicar sobre quais estudos seriam estes.

Como a gestão Greca, NÃO PROMOVEU NADA DE BOM PARA OS SERVIDORES, pelo contrário, CORTOU DIREITOS, ARROCHOU SALÁRIO, CONGELOU PROGRESSÕES e SACOU 695 MILHÕES do nosso fundo de previdência, esta sinalização pode representar a intenção de novos ataques aos direitos dos servidores.

A CATEGORIA DEVE FICAR EM ESTADO DE ALERTA!!

A direção do sindicato convocará Assembleia geral da categoria para os próximos dias.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios*