UPB-PR define estratégias para defender direitos previdenciários da categoria

UPB-PR define estratégias para defender direitos previdenciários da categoria

A previdência dos profissionais da segurança pública foi tema de uma reunião da UPB Paraná, realizada na tarde de terça-feira (26), na sede do SINPRF-PR, com a participação de representantes de diferentes categorias policiais.

O encontro foi motivado para a definição de estratégias políticas para atuação junto ao Congresso Nacional, na busca pela garantia dos direitos previdenciários, além de ações de publicidade para sensibilizar a sociedade e também os parlamentares sobre os equívocos da reforma previdenciária e a importância da atuação policial a nível municipal, estadual e federal.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Paraná (SINPRF-PR), Sidnei Nunes, as entidades estão se mobilizando para defender os servidores da segurança pública, pois o diálogo e a união precisam ser consolidados nesta luta.

“A previdência é um ponto de convergência da segurança pública e essa é a nossa prioridade. Existem muitas alterações necessárias, entre ela a transição para aposentação com idade mínima; aposentadoria diferenciada entre homens e mulheres, sem o aumento do tempo mínimo de serviço policial; e paridade e integralidade, independente da data de ingresso. Além disso, buscamos o envio de uma proposta para os trabalhadores da segurança pública, junto com a dos militares”, explica Nunes.

Outro problema é a não inclusão dos guardas municipais e peritos criminais no artigo que se refere à aposentadoria dos policiais, pois eles desempenham atividades inerentes à segurança pública, com o risco peculiar da função.

Para o presidente do Sindicato dos Guardas Municipais de Curitiba (SIGMUC), Luiz Vecchi, é inconcebível essa exclusão, pois os guardas municipais são agentes da segurança pública, assim como as demais categorias da área. “Vamos lutar juntos para que esse erro seja corrigido e a aposentadoria policial seja garantida à todos os agentes da área de segurança pública”, afirmou ele.

Estiveram presentes na reunião o presidente da UPB/PR e do SINPRF-PR, Sidnei Nunes; o  presidente do SINCLAPOL, Fábio Rossi Barddal Drummond; o presidente do SINDIPOL, Michel Franco; o presidente do SIGMUC, Luiz Vecchi; o diretor de assuntos sindicais do SIGMUC, Roberto Junior Prebianca; a presidente do SINPEF/PR, Bibiana Orsi; representante do SINDARSPEN, Guigo Fontoura; o representante da AVM, Machado;  o diretor regional da APCF, José Antonio Schamne; o presidente da ADEPOL, Daniel Prestes Fagundes; o presidente do SINDSEC-PR, Mário Monteiro; o presidente do SINPOAPAR, Alexandre Brondani; a secretária do SINPEF/PR , Luciana Brungari; e o secretário de assuntos jurídicos do SINDPF-PR, Marcos Eduardo Cabello.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.