VEREADORES DEFENDEM MAIS DEBATES SOBRE ATRIBUIÇÃO DE TRÂNSITO

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on print

A reunião realizada na noite desta quarta-feira (25), na Câmara Municipal, possibilitou que a votação do projeto de criação do cargo de agentes de trânsito, seja adiado por mais algumas sessões, por sugestão dos vereadores presentes.

O debate foi promovido pela intervenção do SIGMUC,como forma de ampliar o debate sobre a Guarda Municipal atuar no trânsito da Cidade.

 A polêmica começou com mais um passo do Executivo no sentido de prosseguir com a transferência das competências de fiscalização do trânsito, da Urbs para a secretaria municipal do Trânsito (Setran), criando nova estrutura, com a abertura de mil vagas.

O projeto estava na Ordem do Dia de segunda-feira (23), mas foi retirada da pauta após acordo entre as lideranças partidárias.

Este adiamentopor três sessões, foi em virtude de reunião entre vereadores, o assessor técnico legislativo da Prefeitura de Curitiba, Paulo Valério, Luiz Vecchi e Rejane Soldani, presidente e tesoureira do Sindicato dos Guardas Municipais de Curitiba (SIGMUC).

Após diversos questionamentos, principalmente dos guardas municipais presentes e dos representantes sindicais que apoiam a atuação da Guarda Municipal no trânsito,por sugestão do vereador Serginho do Posto, surgiu o encaminhamento para que o tema não seja posto na pauta da próxima segunda-feira (30). Carla Pimentel (PSC), Chico do Uberaba (PMN) e Professora Josete (PT), que permaneceram até o final da audiência, endossaram o novo adiamento para aprofundar o debate.

CREDENCIAMENTO DOS GUARDAS MUNICIPAIS

O Sindicato e toda categoria defende o credenciamento dos guardas municipais,para que juntamente com os atuais 355 agentes de trânsito, possam trabalhar nas atividades de fiscalização e educação do trânsito da cidade.

O presidente do SIGMUC, GM Luiz Vecchi, defendeu que na cidade do Rio de Janeiro, por exemplo, a fiscalização é feita pela guarda municipal do município, mediante convênio com a secretaria estadual de Segurança Pública.

Estavam presentes:Marcos de Bem e Ivan Domingues dos Santos, presidente e vice do Sindicato dos Operadores de Transporte Escolar de Curitiba (Sindotec); Marcelo Araújo, membro da Comissão de Trânsito da seção regional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); Luís Antônio Biazetto, da União Geral dos Trabalhadores (UGT); membros dos sindicatos da Polícia Federal e da Polícia Civil; superintendente da secretaria municipal de Recursos Humanos , Christian Luiz da Silva; Valdir Mestriner, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Urbanização do Estado do Paraná (Sindiurbano); guardas municipais e agentes de trânsito.

Os vereadores Tico Kuzma, PierPetruzziello, Geovane Fernandese Felipe Braga Côrtes Cristiano Santos , Tiago Gevert   e Rogério Campos  se manifestarem a favor da incorporação da função de agente de trânsito pela Guarda Municipal.

 

O líder do prefeito, vereador Pedro Paulo, conduziu uma audiência pública para debater a criação do cargo de Agente de Trânsito com a Guarda Municipal. (Foto – Andressa Katriny)
O líder do prefeito, vereador Pedro Paulo, conduziu uma audiência pública para debater a criação do cargo de Agente de Trânsito com a Guarda Municipal. (Foto – Andressa Katriny)
Luiz Vecchi, presidente do Sindicato dos Guardas Municipais de Curitiba, disse que quem é a favor da criação do cargo “é contra a Guarda”. (Sigmuc)(Foto – Andressa Katriny)
Luiz Vecchi, presidente do Sindicato dos Guardas Municipais de Curitiba, disse que quem é a favor da criação do cargo “é contra a Guarda”. (Sigmuc)(Foto – Andressa Katriny)
O vereador Cristiano Santos, do PV, subiu à tribuna para “pedir licença” ao prefeito e adiantar que concorda com a Guarda Municipal assumir a fiscalização. (Foto – Andressa Katriny)
O vereador Cristiano Santos, do PV, subiu à tribuna para “pedir licença” ao prefeito e adiantar que concorda com a Guarda Municipal assumir a fiscalização. (Foto – Andressa Katriny)
Tiago Gevert também se manifestou favoravelmente à transferência dessa competência para a Guarda Municipal, dizendo que apoia a categoria. (Foto – Andressa Katriny)
Tiago Gevert também se manifestou favoravelmente à transferência dessa competência para a Guarda Municipal, dizendo que apoia a categoria. (Foto – Andressa Katriny)
“Vou apresentar uma moção de apoio à Guarda Municipal”, disse Rogério Campos, do PSC, na tribuna. (Foto – Andressa Katriny)
“Vou apresentar uma moção de apoio à Guarda Municipal”, disse Rogério Campos, do PSC, na tribuna. (Foto – Andressa Katriny)
Chico do Uberaba, presidente da Comissão de Segurança Pública, defendeu o aprofundamento da discussão e a fusão das polícias Civil, Militar e das Guardas Municipais. (Foto – Andressa Katriny)
Chico do Uberaba, presidente da Comissão de Segurança Pública, defendeu o aprofundamento da discussão e a fusão das polícias Civil, Militar e das Guardas Municipais. (Foto – Andressa Katriny)
 Serginho do Posto, do PSDB, sugeriu um novo adiamento da votação até que “a discussão esteja mais madura”. A ideia teve o apoio dos vereadores e dos guardas municipais. (Foto – Andressa Katriny)

Serginho do Posto, do PSDB, sugeriu um novo adiamento da votação até que “a discussão esteja mais madura”. A ideia teve o apoio dos vereadores e dos guardas municipais. (Foto – Andressa Katriny)
No final, o advogado Marcelo Araújo esclareceu parte das polêmicas envolvendo questões judiciais e disse que a fiscalização via Guarda Municipal é juridicamente possível, apesar de questionamento em instâncias superiores. (Foto – Andressa Katriny)
No final, o advogado Marcelo Araújo esclareceu parte das polêmicas envolvendo questões judiciais e disse que a fiscalização via Guarda Municipal é juridicamente possível, apesar de questionamento em instâncias superiores. (Foto – Andressa Katriny)

leia mais clique aqui

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on print
Print

FILIE-SE AO SIGMUC

INFORMATIVO SOBRE A PEC 32/2020

DENUNCIE IRREGULARIDADES

FACEBOOK

Outras Notícias