CAMPANHA SOLIDÁRIA AJUDA GUARDAS MUNICIPAIS DEMITIDOS POR PARTICIPAREM DAS MANIFESTAÇÕES CONTRA O PACOTE DE MALDADES DO GRECA

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on print

Os dois Guardas Municipais demitidos por participaram das manifestações contra o Pacotaço de Maldades em 2017, vítimas da vingança do Prefeito Rafael Greca, começaram a receber um auxílio mercado no valor R$ 600,00 por mês.

Os dez guardas municipais que foram penalizados com punições de vão de 60 a 90 dias de suspensão, e terão suas remunerações reduzidas pela metade, começarão a receber o auxílio no final deste mês, quando haverá o desconto da multa aplicada em virtude da penalidade.

A campanha solidária de arrecadação promovida pelo SIGMUC, apesar da Pandemia de COVID-19 que impôs limitações físicas ao movimento, arrecadou o valor total de R$ 6.470,93.
O SIGMUC agradece a todos as pessoas, que contribuíram.

Este valor por si só, não será suficiente para prover o auxílio a todos os guardas municipais penalizados, porém os sindicatos SIGMUC, SISMMAC, SISMUC e SINFISCO, se uniram para complementar os valores necessários para garantir por no mínimo 3 meses, este auxílio emergencial.

Dos mais de dez mil servidores presentes nas manifestações, apenas guardas municipais sofreram processos administrativos disciplinares, o que a diretoria do SIGMUC considera assédio institucional contra a categoria.

Na próxima quarta-feira (17/05) o SIGMUC estará realizando um sorteio de brinde entre as pessoas que contribuíram na campanha e encaminharam os comprovantes.

Novas iniciativas de arrecadação serão realizadas para que possamos contribuir ainda mais com os 2 guardas municipais demitidos vítimas da Vingança do Prefeito.

 

Histórico

Doze guardas municipais que participaram dos atos contra o Pacotaço de Maldades do Prefeito Rafael Greca em 2017, vinham sofrendo processo administrativo disciplinar desde então. Já, antes mesmo de ser instaurado qualquer tipo de procedimento contra estes servidores, o Prefeito Rafael Greca já se pronunciava por meio da mídia local, afirmando que puniria servidores envolvidos.

Greca, demitiu 2 guardas municipais e penalizou outros 10 com punições que variam de 65 a 90 dias de suspensão. TUDO ISSO, NO MEIO DE UMA PANDEMIA DE CORONAVÍRUS.

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on print
Print

Outras Notícias