ADMINISTRAÇÃO USOU VERBA DO SEGURO DE VIDA DOS GUARDAS MUNICIPAIS PARA RENOVAR CONTRATO COM A G5?

Após a chegada de informações de que o Seguro de Vida dos Guardas Municipais não esta sendo pago pela administração municipal, o SIGMUC questionou a administração municipal em reunião da comissão geral de negociação, na tarde desta terça-feira, 09/05.

Na mesa, o representante do IMAP foi muito claro em citar a legislação vigente, a qual diz que a responsabilidade é da SMDS.

Já a SMDS se comprometeu em encaminhar informações oficiais ao SIGMUC. Algumas informações extraoficiais confirmam que não houve pagamento das parcelas referentes aos meses de Março e Abril.

O Seguro de Vida dos Guardas Municipais foi umas das conquistas da categoria, é regulamentado por lei municipal, que obriga o município a manter segurados os GM’s em caso de morte ou invalidez permanente, no exercício de suas atividades.

Se de fato, se confirmar o não pagamento deste seguro pela administração municipal, restará confirmado mais um descumprimento da legislação pelo prefeito Greca de Macedo.

O que chama a atenção da categoria, é que, ao mesmo tempo em que afirma não ter recursos, o prefeito não para com a nomeação de cargos em comissão, além de ter renovado contrato de mais de 5 milhões de reais com uma empresa de segurança privada, a G5.

Tal contrato, afronta a Lei Orgânica do Município de Curitiba, que proíbe “terceirizações” de atividades que possam ser desempenhadas por servidores de carreira. Além disto, impõe uma despesa extra ao contribuinte que acaba pagando duas vezes pelo mesmo serviço.

Segundo afirmou o presidente do SIGMUC, GM Luiz Vecchi, a administração “brinca” com a vida dos Guardas Municipais: [textmarker color=”FFFF00″]“Após a edição do decreto 353, que cortou as verbas de nossa secretaria, ficamos sabendo que a SMDS possui apenas pouco mais de R$22.000 para o custeio durante este ano. Já avisaram que pode faltar tudo, agora pode ser que cortem nosso seguro de vida. Será que esta gestão não entende que não estamos brincando, estamos falando de vidas em perigo?”.[/textmarker]

Segundo apontado pela diretoria do SIGMUC, a atual administração deve demonstrar mais “amor” às vidas dos Guardas Municipais, que também fazem parte de Curitiba: [textmarker color=”FFFF00″]“Quem diz ter amor por Curitiba, mas desrespeita os servidores Guardas Municipais que protegem esta Capital, deve rever seus conceitos sobre amor e Curitiba”.[/textmarker]

Como forma de cobrar esta valorização da atual administração, a diretoria convoca todos os guardas municipais a comparecerem a Câmara Municipal de Vereadores, na próxima terça-feira, 16/05, ás 13H30min, para acompanhar a sessão da Comissão de Legislação, daquela Casa.

O Depto. Jurídico do SIGMUC também estuda as possíveis medidas a serem tomadas, caso se confirme mais esta afronta a legislação, por parte do atual prefeito.

Diretoria SIGMUC

Juntos Somos Fortes!