PREFEITURA RESPONDE REIVINDICAÇÕES DA CATEGORIA PELA IMPRENSA

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on print

As discussões a respeito das câmaras corporais junto à Câmara Municipal estão trazendo luz para problemas que afetam a categoria, e estão sendo negligenciados pela administração.

Item recorrente da pauta de reivindicação, as condições de higiene e trabalho nunca é atendida pela gestão, precisamos de limpeza dos locais de trabalho. “Em nenhum outro lugar da prefeitura os servidores são obrigados a realizar escalas de limpeza como acontece na Guarda Municipal, “ afirmam os diretores do sindicato. A administração já admitiu rever esta questão do contrato da limpeza com a SMDT, mas a resposta final sempre esbarra em falta de recursos.

A pauta econômica também continua sem diálogo. Desde 2017 a carreira tem sofrido com ataques nos rendimentos. Com o congelamento do plano de carreira e os aumentos dos descontos previdenciários e de saúde, nada foi equalizado pela administração, gerando uma perda financeira considerável para os guardas municipais, que possuem um dos menores vencimentos básicos da prefeitura.

“Recebemos relato que guardas municipais estão precisando dividir a marmita em plantões para poder se alimentar. Nunca passamos por uma situação semelhante”.

Problemas como viaturas sucateadas, falta de condições de trabalho, baixa remuneração são constantemente alertados à Administração, e não recebem a mesma prioridade e atenção quanto às câmeras corporais. “Há um contra senso na administração. A questão não é se as câmeras corporais são úteis, a questão é atender o que é mais prioritário”. Completam.

PMC RESPONDE A IMPRENSA E NÃO AO SINDICATO

A administração ao ser questionada pela imprensa respondeu que “conversa com o sindicato para atender as demandas. ” Mas o fato é que a administração não tem atendido o sindicato, e até o momento não apresentou respostas às pautas da categoria. “Estamos há muito cobrando diálogo com a administração, mas sem sucesso”. Reclamam os diretores do SIGMUC. “Os problemas apresentados pelo sindicato são muitos e até agora a administração os ignorou”. Reforçam.

A administração responder através da imprensa caracteriza a postura adotada pela gestão, de não dialogar com os sindicatos.

Ao término da redação desta matéria, a SMAP encaminhou oficio para agendamento da reunião de Data-Base, a ocorrer no dia do servidor público (28/10) às 16:30, ou seja, tudo indica que irão apenas anunciar o índice. E os demais itens da pauta? Precisamos dialogar para recompor todas as perdas que os guardas municipais vem sofrendo ao longo da gestão Greca.

SIGMUC – JUNTOS SOMOS FORTES!

Ofício 132.2022_SMAPGP

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on print
Print

FILIE-SE AO SIGMUC

INFORMATIVO SOBRE A PEC 32/2020

DENUNCIE IRREGULARIDADES

FACEBOOK

Outras Notícias