SIGMUC – 11 ANOS DE ATUAÇÃO

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on print

FUNDAÇÃO

No dia 20 de abril de 2011, os guardas municipais reunidos em assembleia geral da categoria, perceberam a necessidade de se ter uma representação própria para tratar dos assuntos relativos as suas especificidades como profissionais da segurança pública, e decidiram por fundar seu sindicato próprio.

Compelidos pelo sentimento de possuir representação “puro sangue”, os guardas municipais que integraram a primeira diretoria, trabalharam intensamente para que o SIGMUC se tornasse o legítimo representante da categoria. O que propiciou, que a voz legítima destes profissionais fosse ouvida pela administração nos exatos termos de suas necessidades, sem depender ou sofrer interferências de outras categorias.

Já no curso de seu reconhecimento, o SIGMUC passou a trabalhar diretamente na elaboração de um plano de carreira que atendessem os anseios da categoria, demonstrando que a carreira da Guarda Municipal era diferenciada das demais carreiras do funcionalismo público municipal devido sua especificidade. Sindicato “puro sangue”, criado por guardas, formado por guardas, para os guardas municipais!

LUTAS

A primeira grande luta do sindicato foi pelo reconhecimento de sua representatividade sindical, com a vitória em todas as vias administrativas e judiciárias. Culminando, com o reconhecimento pelo Ministério do Trabalho e Emprego, por meio do registro sindical concedido no final de 2013, como único representante dos guardas municipais de Curitiba. Isto lhe conferiu plena, inquestionável legitimidade e legalidade em sua atuação.

Entretanto, não houve vida fácil para o SIGMUC, que ainda em uma sede provisória e com poucos recursos, já enfrentava a construção de um plano de carreira que atendesse as necessidades da carreira. O que demandou diversos atos de mobilização, paralisações, e atividades classistas para que os procedimentos tivessem andamento.

Ao final, com a edição da Lei 14.522/2014, a categoria foi contemplada com um plano de carreira que proporcionava avanços inéditos.

As demandas passaram a aumentar na mesma proporção da confiança no trabalho do SIGMUC. Contudo, a diretoria percebeu que era necessário a atuação junto ao legislativo federal, para que pautas da categoria fossem atendidas em nível local.

O SIGMUC atuou diretamente na elaboração do texto base da lei 13.022/2014 que estabeleceu o Estatuto Geral das Guardas Municipais, regulamentando após 26 anos, o §8º do art. 144 da Constituição Federal.

Com esta experiência, o SIGMUC se uniu a outros 5 sindicatos para fundar a FENAGUARDAS – Federação Nacional de Sindicatos de Guardas Municipais, órgão de representação nacional que atua sistematicamente em Brasília-DF na defesa dos direitos dos guardas municipais, e que atualmente tem como seu Presidente o diretor sindical do SIGMUC, Luiz Vecchi.

A FENAGUARDAS está atuando diretamente no reconhecimento da atividade de Guarda Municipal, como típica de Estado, não sujeita a terceirização, e também, pelo reconhecimento da natureza policial das atividades dos guardas municipais, como policiais municipais (PEC-275/16), tendo como consequência, à aposentadoria diferenciada, compatível com as atividades policiais.

Atualmente, a presidência do SIGMUC, é ocupada por uma Guarda Municipal Feminina, GM Rejane Soldani, primeira mulher a presidir um sindicato de guardas municipais no país.

O SIGMUC veio para unir os Guardas Municipais Curitibanos, em prol de assuntos importantes para a classe, sempre buscando o diálogo hábil e comprometido com os anseios dos Guardas Municipais.

Procuramos através de uma visão estratégica, sensata e legal, obter melhorias e conquistas para os Guardas municipais de Curitiba e mais, colaborar com a nação Azul Marinho, no reconhecimento das Guardas Municipais como órgão integrante da Segurança Pública, o que de fato já é.

Toda a diretoria do SIGMUC se comprometeu com estes propósitos e nos colocamos à disposição de todos os companheiros para caminharmos juntos nesta jornada.

POIS JUNTOS, SOMOS MAIS FORTES!

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on print
Print

FILIE-SE AO SIGMUC

INFORMATIVO SOBRE A PEC 32/2020

DENUNCIE IRREGULARIDADES

FACEBOOK

Outras Notícias