Governo Bolsonaro quer mudar regras sindicais em nova reforma trabalhista

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on print

O Governo Bolsonaro criou um grupo de trabalho com ministros, desembargadores e juízes para propor nova rodada de mudanças nas leis trabalhistas.

O órgão integra o Ministério da Economia, de Paulo Guedes. O grupo de trabalho será instalado nesta sexta-feira (30), em São Paulo.

O objetivo é que membros do Judiciário auxiliem nos estudos de medidas na área de direito do trabalho e segurança jurídica, para que a proposta final tenho o menor volume possível de brechas para questionamentos legais

O que muda com a reforma trabalhista?

Negociações entre patrões e empregados – Jornada de trabalho – Condições de trabalho – Salários e benefícios – Novos tipos de contrato de trabalho – Demissão – Representação sindical – Justiça do trabalho

Os especialistas serão coordenados pelo ministro do TST (Tribunal Superior do Trabalho) Ives Gandra Martins da Silva Filho. Ele presidiu a corte durante a tramitação da reforma de Temer.

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on print
Print

Outras Notícias