Segunda proposta da Prefeitura mantém perdas e reajuste parcelado

Durante a reunião que ocorreu durante toda a tarde de hoje (15/03) a SMRH apresentou aos sindicatos, nova proposta para a Data-base deste ano, prevendo uma pequena alteração com relação ao que havia sido proposto ontem.

 

Ao invés de pagar a segunda parcela do reajuste em setembro, como anunciou na segunda-feira, a Prefeitura propôs antecipar essa última parcela para o mês de julho.

 

A Secretaria Municipal de Recursos Humanos, Meroujy Cavet, disse que nas últimas 24h a SMRH e SMF,  reviu gastos e conseguiu liberar R$ 28 milhões que possibilitariam pagar essa antecipação.

 

A proposta foi novamente rechaçada pelos sindicatos, que não aceitam qualquer tipo de parcelamento e lutam para que o reajuste seja concedido em parcela única e pelo maior índice.

 

Diante da recusa a SMRH informou que fará novos estudos para tentar avançar na proposta, mas não garantiu nada.

 

Segundo foi repassado, uma nova reunião deverá ocorrer ainda essa semana, antes do envio do projeto de lei para a Câmara dos Vereadores, caso haja uma nova proposta.

 

Na próxima segunda-feira (21), será realizada uma assembleia conjunta com todas as categorias dos servidores municipais para analisar o reajuste proposto pela administração municipal e definir os próximos passos da nossa mobilização!

 

A assembleia será realizada às 19h, em primeira convocação, e às 19h30, em segunda convocação, em local a ser confirmado.

 

 

OUTROS PONTOS DISCUTIDOS

 

A Prefeitura apresentou em mesa de negociação que está disposta a adequar e corrigir a legislação vigente para atender a algumas reivindicações dos servidores do município.