SINDICATOS EXIGEM REUNIÃO URGENTE COM NOVA PRESIDÊNCIA DO IPMC

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on print

Na tarde dessa quarta-feira (19), os cinco sindicatos que representam os servidores públicos do município – Sismac, Sismuc, SIGMUC, Sinfisco Curitiba e SindiCâmara – protocolaram um ofício no qual cobram uma reunião com a nova presidente do Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Curitiba (IPMC). Confira aqui em breve o documento protocolado.

A substituição repentina do antigo presidente Luiz Mokva pela secretária de Recursos Humanos, Meroujy Cavet, somada aos boatos que circulam a respeito da possibilidade do uso das verbas do fundo do IPMC para outros fins, acenderam um alerta geral nos servidores. Por isso, as direções sindicais querem se reunir com o a nova presidência do Instituto para esclarecer essas informações.

Os sindicatos esperavam discutir essas e outras questões na reunião do Conselho de Administração do IPMC, marcada para a manhã desta quarta (21), que não ocorreu por falta de quórum. Apenas os representantes dos trabalhadores e o presidente do Conselho estavam presentes e, por isso, a reunião foi cancelada. Esse foi mais um dos fatores que levaram os sindicatos a reivindicarem uma reunião urgente com IPMC.

Este ano, não houve nenhuma reunião que deixou de acontecer por falta de quórum e, coincidentemente ou não com os boatos que circulam entre os trabalhadores do município, esse fator acendeu um alerta vermelho! Por que a administração municipal não enviou seus representantes para a reunião do Conselho?

As entidades que representam os servidores públicos municipais também formalizaram uma denúncia no Tribunal de Contas do Estado (TCE) quanto ao uso dos recursos do IPMC. Agora, cabe ao TCE investigar a administração municipal e verificar se a Prefeitura garantiu que esse dinheiro será usado da forma correta, para pagar aposentadorias e pensões dos servidores públicos municipais.

** Aportes

Outra informação grave à respeito do IPMC é que a Prefeitura não realizou os aportes financeiros do mês de setembro, estabelecidos pela Lei 12.821/2008.

** Reivindicações

Essas situações reforçam a necessidade do atendimento a uma reivindicação história do conjunto dos servidores do município: a gestão democrática do IPMC, com composição paritária dos Conselhos Administrativo e Fiscal.

E, para além disso, precisamos continuar atentos e mobilizados contra qualquer tentativa de retirada de direitos por parte da Prefeitura.

Juntos somos mais fortes!

COMPARTILHE

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on print
Print

FILIE-SE AO SIGMUC

INFORMATIVO SOBRE A PEC 32/2020

DENUNCIE IRREGULARIDADES

FACEBOOK

Outras Notícias