AUDIÊNCIA PÚBLICA DAS FINANÇAS NÃO TRAZ BOAS NOTÍCIAS.

AUDIÊNCIA PÚBLICA DAS FINANÇAS NÃO TRAZ BOAS NOTÍCIAS.

Aconteceu na manhã desta terça-feira, 27/02, na Câmara Municipal de Vereadores de Curitiba, a audiência pública referente a prestação de contas do município, do último quadrimestre de 2017.

Falando pela administração, o Secretário de Finanças Vitor Puppi apresentou um compilado dos números da arrecadação e das despesas apurados no ano passado.

Infelizmente o presidente da CMC, integrante da tropa de choque do prefeito Greca, vereador Serginho do Posto (PSDB) não autorizou os diretores do SIGMUC fazerem uso da palavra na sessão para questionar o secretário.

Sem sofrer questionamentos de quem conhece a realidade dos servidores, o Secretário de Finanças repetiu o surrado discurso da atual gestão, de que não há receita para pagamentos aos servidores, mesmo com os aumentos de impostos praticados pela administração Greca.

Em um discurso contraditório, o Secretário de Finanças afirmou que houve uma liquidez ao fim do ano de 2017 de pouco mais de R$350 milhões, e que o impacto do pagamento da correção inflacionária (no valor anunciado de 1,5%) seria de R$100 milhões.

Em uma manobra orquestrada, vários vereadores da base de apoio ao prefeito pediram a palavra para fazer discursos autopromocionais e de apoio ao pacotaço, o que consumiu todo o tempo da audiência.

A diretoria do SIGMUC lamenta atitude antidemocrática do presidente da CMC, vereador Serginho do Posto, de não conceder a palavra aos diretores da legitima representação dos servidores guardas municipais de Curitiba.

Assista a gravação da audiência pública clicando aqui.

Juntos somos fortes!

 

 

 

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios*